Sobre

Nas décadas de 80 e 90, ser nerd era sinônimo de vergonha. Com o decorrer dos anos, games, HQs, séries e animes passaram a ser algo intrínseco na cultura pop.

Estando todos estes elementos presentes na atualidade, o Podcast Jornada do Herói pretende através da experiência de seus participantes, compartilhar essa incrivel jornada utilizando de muito bom humor, amizade, e carinho pelo assunto.

Aqui você vai poder ouvir nossas opiniões sobre games, HQs, filmes, séries, animes, além de ouvir relatos de nossas histórias sobre tudo o que nos inseriu em definitivo na cultura nerd e pop durante nossas jornadas!

Conheça mais sobre nossos participantes:

Gabriel Hesedis

Acho interessante o quão importante os games são em minha vida. Sempre gostei muito de jogar e saber sobre os jogos. Mesmo tendo ganho meu primeiro console só aos 9 anos, desde pequeno eu vivia jogando na casa de amigos, em locadoras e adorava acompanhar as principais revistas de games da época.

Aos 8 anos, num cursinho de Informática, descobri que usando computadores era possível criar jogos. Isso mudou completamente minha vida, pois me fez desistir de querer ser um desenhista e me fez almejar um dia ser um programador. Além disso, meu vício por Tony Hawk's Pro Skater e Guitar Hero fizeram nascer em mim um amor gigantesco por skate e guitarra.

Hoje em dia, sou um programador web e mesmo não andando tanto quanto gostaria de skate e mesmo sendo um guitarrista fracassado, ainda continuo amando games e jogo sempre que a vida adulta me permite.

No mais sou um grande entusiasta da mídia podcast há praticamente 10 anos (podcasts são há um bom tempo meu tipo de mídia favorito), um apreciador de cervejas artesanais (IPA/Weiss FTW!) e um exímio especialista em ursos Panda (segundo eu mesmo).

Ricardo Teiga

Sou apaixonado por games, arte, e cultura nerd em geral. Comecei minha jornada com um Atari 2600 que ganhei dos meus pais, o que fez com que toda minha vida mudasse!

Em 1992 meus pais chegaram em casa com um filme em VHS que me fascinou: A História Sem Fim. Este foi o filme responsável por me inserir em histórias e universos que envolvem fantasia, o que de certa forma foi amadurecendo no decorrer dos anos através de grandes filmes, séries e jogos que eu jamais deixei de acompanhar!

É óbvio que não posso deixar de mencionar Cavaleiros do Zodíaco e posteriormente Dragon Ball Z, que na época explodiram a minha mente!

Atualmente divido meu tempo entre minha vida profissional, uma carreira entusiasta de escritor, o meu canal Jornada do Herói e o Podcast que lidero junto com o Hesedis.

A possibilidade de transformar um hobby em inúmeros projetos compartilhados com amigos me fascina absurdamente, e procuro trazer essa paixão para todos os ouvintes do Podcast Jornada do Herói.

Janaína Mokona

Fã de cinema desde pequena por influência dos meus pais (que adoravam assistir filmes de época, western e bíblicos), virei fã de clássicos como Meu ódio será sua herança,Spartacus e Um corpo que cai.

Assim que aprendi a ler, me interessei por quadrinhos e comecei com a querida Disney. Guardava meu dinheiro da mesada pra comprar Tio Patinhas, que me ensinou a guardar e valorizar meu dinheiro. Cair no universo de heróis foi um passo, e a maravilhosa animação dos X-Men me incentivou a procurar as HQs da Marvel.

O games chegaram em minha vida graças ao senhor Meu Marido, que me apresentou o Nintendo 64 e depois compramos juntos desde o Playstation até os consoles mais recentes. Na época também me viciei não só em Resident Evil, mas como no gênero terror/survivor horror.

Gosto de conversar sobre filmes, HQs, animes, games e acredito que um podcast dá a possibilidade de reunir um grupo de amigos para discutir e compartilhar esta paixão com o maior numero de pessoas possível.

Topo Gigio

Jogador desde os 5 anos, quando eu infelizmente pensei que ia ganhar um Mega Drive e ganhei o "famoso" Dynavision (imagine a felicidade).

Meu gênero de jogo favorito é RPG. Desde tabuleiro, como vídeogames ou também TCG (últimamente focando Shadowverse).

Sou carioca, vivi em Minas Gerais e hoje estou vivendo em São Paulo. Tenho 28 anos e sou consultor de TI, hoje trabalhando em Segurança da Informação (tradução: mal consigo jogar hoje em dia) e me considero um jogador old school (por ter jogado realmente com afinco até o PlayStation 2).

Sou amante de animes e mangás (o que tem me mantido bem atualizado) e graças a morar do lado de um shopping, posso sempre assistir filmes nas pré-estréias sem preocupação.

Pode não parecer, mas amo esportes! Gosto desde uma partida de tênis, ou assistir o futebol americano, até assistir uma prova de ciclismo ou um jogo do velho futebol (salve salve Vasco o time da virada!).

E para finalizar: adoro, amo, quase não vivo sem fazer uma coisa... DORMIR!!!

Bruno Gimenes

Definido por mim mesmo como um Nerd Esportista, por dividir esses dois bons vícios/paixões em minha vida, concilio minha vida profissional com o papel de amante de jogos, filmes, esportes e séries.

Minha jornada começou quando meu pai me deu um Nintendinho pra jogar Mario Bros, logo depois um Sega Saturn (como eu gosto desse vídeogame!), onde eu jogava Virtual Fighter (sem limites) e a demo de Nights: Into the Dream. Porém percebi que precisava alçar voos maiores... Tudo bem que meu voo inicial maior foi um PolyStation, ganho no álbum da cantina, mas pra um gamer está de bom tamanho vindo da cantina da escola (além de que poderia vir uma coxinha junto).

Participo do podcast e algumas vezes do canal Jornada do Herói e com o mesmo amor que tenho pelos games, e pelos meus amigos, espero poder repassar esse sentimento pra cada um de vocês.

Que comece a sua Jornada do Herói junto a nós, Grande Herói!

Gaby Vieira

Fotógrafa, trintona, fã incondicional de cerveja e amante de um bom vinho, minha jornada começou aos 7 anos quando ganhei um Nintendinho do meu pai.

Filha única e sem primos por perto pra dar "aquele incentivo", conheci melhor o mundo dos games com minha prima quando ela ganhou um Mega Drive.

Aos 12 ganhei um Super Nintendo e aos 16 me tornei uma PC Gamer. Passei tardes a fio jogando Age of Empires e Heroes of Might and Magic.

Aos 22 ganhei um Playstation 2, no qual tenho até hoje, e os jogos que mais gosto são Guitar Hero e Dance Dance Revolution.

Viciada em jogos de celular, também tenho como paixão ouvir podcasts, assistir filmes e principalmente seriados.

Ambermist

Por ter crescido um tanto desligada de TV, games e etc, não sei exatamente quando me aprofundei nesse universo de nerdisses. Porém, desde pequena tenho uma paixão exagerada por literatura.

Comecei com gibis e livros de literatura nacional e internacional, e ao descobrir as HQs e os mangás o amor pela literatura cresceu ainda mais.

No fim da adolescência descobri o mundo dos games, uma paixão que carrego junto com séries, animes e filmes (principalmente de Western).

Sou mãe da Selina, a gata mais linda desse mundo!

Sou louca por morangos, café e por incrível que pareça, sou louca para conhecer pessoas e lugares. Teimosa as vezes e uma anti-social nata, mas pelo fato de gostar de ouvir tudo e todos faço ótimas amizades!

Delfino

Comecei a minha jornada na infância devido a dois acontecimentos:

  • A compra de um conversor UHF pelos meus pais, o que me permitiu assistir aos programas da extinta TV Manchete;
  • A compra de um Atari pelo meu pai;

Na minha adolescência adquiri o gosto por animes graças a Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball. Na vida adulta continuo com a minha jornada, mas adicionei agora o gosto por figuras de ação, motos e cerveja artesanal.

Yos

Quadrinista e entusiasta de arte, na infância dividia o desejo de ser um Kamen Rider e um cavaleiro da távola redonda. Cresci e hoje fico feliz por descobrir que não estava sozinho nessa jornada, pois tenho o prazer de viver e respirar todo esse mundo de entretenimento com meus amigos do Podcast Jornada do Herói.